As representações dos Muçulmanos durante a tomada de Lisboa pelos Cristãos (1147)

Autores

  • José Carlos Gimenez Universidade Estadual de Maringá - Departamento de História

DOI:

https://doi.org/10.24858/136

Palavras-chave:

Conquista de Lisboa. Idade Média Ibérica, Reconquista Cristã, Cruzadas.

Resumo

O objetivo deste trabalho é discutir as representações dos muçulmanos no contexto da tomada da cidade de Lisboa pelos cristãos no ano de 1147. Para tal propósito, tomaremos como fonte principal uma carta escrita, provavelmente entre a segunda metade do século XII e a primeira metade do XIII, por um clérigo inglês, conhecido como Osberno, que acompanhava a expedição Cruzada que se dirigia a Jerusalém. Nessa carta, a construção de uma imagem negativa dos muçulmanos serviu, sobretudo, para exaltar a qualidade e a superioridade da fé cristã frente ao Islam. A carta revela ainda, as interfaces de uma batalha tipicamente medieval, com especial destaque para os aspectos relacionados ao mundo do sagrado e do profano, em que os desejos de realização de bens materiais entrelaçam-se com ideais de conquista e de expulsão dos inimigos da fé cristã.

Downloads

Publicado

16/12/2014

Como Citar

Gimenez, J. C. (2014). As representações dos Muçulmanos durante a tomada de Lisboa pelos Cristãos (1147). Revista Diálogos Mediterrânicos, (7), 53–65. https://doi.org/10.24858/136