“Sem fazer nada, os homens fazem mal”: leituras e leitores de Catão na Roma Antiga

Autores

  • Marcos Luis Ehrhardt Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

DOI:

https://doi.org/10.24858/137

Palavras-chave:

Catão, Roma Antiga, Modelo

Resumo

Leitores de obras não são apenas herdeiros silenciosos, mas participantes críticos. A julgar pela quantidade de vezes que aparece nos textos antigos, em diversos autores de diferentes vinculações políticas, filosóficas e educacionais, percebemos que o nome de Catão, é recorrência constante e duradoura. Este trabalho objetiva perceber como ele é representado, lido e relido por diferentes autores como Sêneca, Lucano e Pérsio, sendo apontado inclusive como modelo de cidadão ideal na Roma Antiga.

Biografia do Autor

Marcos Luis Ehrhardt, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Mestre e Doutor em História pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. Atua na área de História Antiga, com ênfase em Roma Imperial. Desenvolve pesquisas nas áreas de Historiografia Antiga, Historia magistra vitae, História Intelectual e História das Idéias Políticas.

Downloads

Publicado

16/12/2014

Como Citar

Ehrhardt, M. L. (2014). “Sem fazer nada, os homens fazem mal”: leituras e leitores de Catão na Roma Antiga. Revista Diálogos Mediterrânicos, (7), 12–27. https://doi.org/10.24858/137