A morte do mártir cristão como uma morte heróica: repensando algumas Homilias de Basílio de Cesaréia

Autores

  • Ana Teresa Marques Gonçalves Professora Associada II de História Antiga e Medieval na UFG

DOI:

https://doi.org/10.24858/95

Palavras-chave:

Antiguidade Tardia

Resumo

Neste artigo, pretendemos analisar três Homilias produzidas por Basílio de Cesaréia no IV século d.C., dedicadas a serem apresentadas nas festas em honra dos mártires Julita, Górdio e Mamante. Nestas cerimônias, era comum o oficializante ressaltar em seu discurso os principais aspectos da vida e da morte do supliciado, tornando-o um herói da cristandade. Para serem melhor compreendidos pela audiência, os sacerdotes e bispos costumavam utilizar todo o arsenal retórico vindo da retórica clássica e pagã, utilizando-o de forma ressignificada para garantir o proselitismo cristão, como demonstramos neste texto.

Downloads

Publicado

12/12/2013

Como Citar

Gonçalves, A. T. M. (2013). A morte do mártir cristão como uma morte heróica: repensando algumas Homilias de Basílio de Cesaréia. Revista Diálogos Mediterrânicos, (5), 14–32. https://doi.org/10.24858/95